quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Caminhos da Astronomia no Brasil

Um breve resumo da história da astronomia no Brasil, dos índios pré-cabral até o que temos nos dias de hoje. Grande parte dessa história se confunde com a própria história do atual Observatório Nacional.
Para ver o texto integralmente vá até: Caminhos da Astronomia no Brasil
Texto de Leandro Guedes (Astrônomo, da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, mestre em astronomia, na área de astrofísica extragaláctica, doutorado no curso de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, na UFRJ).

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Visitando observatórios e planetários durante as férias!

Uma antiga imagem do Observatório Nacional do Rio de Janeiro.

Procurando indicação a respeito de observatórios e planetários para visitação nas férias encontrei uma bela relação deles no site http://www.uranometrianova.pro.br/observatorios/obsbrasil.htm , não é muito comum encontrar relações atualizadas na internet.

Produção: Irineu G. Varella e Priscila D.C.F. de Oliveira
Versão Original : AstroGuia - Uranometria Nova - 1996/1997
Ultima atualização: 31 de Dezembro de 2010 - 12:22 TDF - 82 Observatórios

A relação dos "OBSERVATÓRIOS ASTRONÔMICOS DO BRASIL" foi originalmente elaborada pelos produtores e editada pela Uranometria Nova em várias versões do AstroGuia de 1997 a 2002. A presente relação, publicada na internet desde 2003, é uma ampliação da relação original, complementada e atualizada periodicamente com as informações coletadas pelos produtores e pelas atualizações enviadas pelos profissionais dos observatórios. Atualizações e novas inclusões podem ser encaminhadas aos editores pelo Correio eletrônico: uranometrianova@yahoo.com.br ou uranometrianova@hotmail.com


Vale a pena conferir!

Caso você se interesse em visitar alguns deles é importante antes da visita entrar em contato com o local pretendido para conferir datas e horários de funcionamento e se alguma taxa de visita é cobrada. Bom passeio!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Começando a montagem de um telescópio refletor 180mm

Começando um novo projeto de montagem de telescópio, agora com um espelho primário de 180mm.
Montar um telescópio refletor não é algo muito complicado, mas deve-se ter uma preocupação especial com detalhes, uma vez que o material envolvido é relativamente caro e pequenos erros podem comprometer o resultado final de modo bastante grave.
Primeira dica
Antes de começar a montagem procure boas referências na Internet, leia tudo e considere qual o melhor projeto para você. Neste projeto meu foco é um telescópio de grande abertura e que ainda possa ser considerado móvel, devido as dimensões e peso.
Dicas de sites para execução do projeto:
http://navegandopelouniverso.blogspot.com/2010/08/apostila-de-como-montar-um-telescopio.html
(link com apostila para montagem de um telescópio com base dobsoniana)
http://www.turminha.com (processo de montagem de um telescópio de 180 mm, passo a passo, contém explicações detalhadas de como executar cortes no cano e construção da parte que é feita de madeira)
http://www.telescopiosastronomicos.com.br  (detalhes de construção e venda da parte óptica ( espelho primário, espelho secundários, lentes oculares e outros componentes).
Segunda dica
Telescópios são instrumentos de precisão, quanto melhores forem as medidas, menores serão os trabalhos de correção de posição de espelhos e distância focal.
Materias de boa qualidade são a melhor opção sempre, neste caso, mais vale uma boa indicação que uma pesquisa de preços (sobretudo quando falamos da parte óptica), minha sugestão nesse ponto é a compra de espelhos no site http://www.telescopiosastronomicos.com.br  do Sebastião Santiago, geralmente tem que se esperar em torno de 25 dias para a confecção do espelho, mas vale a pena.





Vejam que fiz uma compra do Kit de 180 mm com o espelho secundário (espelho menor)  já fixado na aranha - estrutura de suporte para centralizar o espelho, com isso você ganha tempo e é uma preocupação a menos na construção. 
Enquanto espera a confecção dos espelho, você pode se preocupar com as outras partes do telescópio.
O nosso telescópio será do tipo Newtoniano ( um telescópio que usa espelhos para ampliação da imagem, com abertura lateral para observação da imagem ampliada na parte superior do telescópio).

Esquema de um telescópio Newtoniano, segundo site www.telescopiosastronomicos.com.br



Por enquanto é isso. Na próxima postagem falarei um pouco sobre o corte de cano e construção da base para sustentação do telescópio ( base dobsoniana).

sábado, 7 de janeiro de 2012

Observatório Nacional: Observatório Nacional lança Anuário 2012

O Anuário do Observatório Nacional foi lançado no último dia 28, com as previsões dos fenômenos astronômicos, calendários, posições dos planetas e estrelas e outros dados para o ano 2012.

Na sua 128ª edição, estão publicadas importantes informações astronômicas sobre as posições das estrelas e de astros do Sistema Solar, a orientação da Terra e as configurações de planetas e satélites. Estão divulgadas também todas as resoluções relacionadas ao sistema de hora legal e sua difusão.

O público ainda encontra no Anuário os instantes do nascer, passagem meridiana e ocaso do Sol, Lua e planetas para Belém, Recife, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Para obter as informações de outras localidades, basta enviar a solicitação para o e-mail: anuario@on.br.

A versão impressa do Anuário pode ser adquirida na Biblioteca do Observatório Nacional e custa R$ 10,00. Poderá também ser solicitada para envio postal, através de cheque nominal ao Observatório Nacional no valor de R$ 15,00, encaminhado para a Biblioteca do Observatório Nacional (Rua General José Cristino, 77, Rio de Janeiro/RJ - CEP 20.921-405)

A versão eletrônica da publicação pode ser consultada na página do Observatório Nacional, na seção "Serviços" pelo link: http://www.on.br/conteudo/modelo.php?endereco=servicos/servicos.html

Observatório Nacional lança passeio virtual



O Observatório Nacional (ON) lançou um Passeio Virtual por suas dependências. A "visita" pode ser feita na página do ON na internet ou no endereço http://www.on.br. Os principais espaços do campus – áreas externas e dependências internas – foram mapeados em fotos de alta resolução.
O objetivo é mostrar ao visitante virtual a riqueza e os detalhes, não somente da arquitetura eclética de seus prédios quase centenários, como também dos seus instrumentos científicos. Mostrar a biblioteca, com seu acervo especializado nas áreas de Astronomia, Geofísica, Tempo e Frequência e ciências afins, e a natureza do espaço bucólico do Observatório Nacional, patrimônio histórico e cultural do país.
Além de permitir conhecer, resumidamente, a história do Observatório Nacional, as imagens apresentam ainda projetos científicos, tais como a Rede Brasileira de Observatórios e Padrões Geofísicos, que utiliza sismógrafos e gravímetros; o telescópio Heliômetro, instrumento de alta precisão que monitora diariamente as variações da forma e do volume do Sol; o Serviço da Hora, de onde é disseminada a Hora Legal Brasileira, gerada a partir de um conjunto de relógios atômicos, além do seu acervo histórico de equipamentos de determinação de sinais horários. 

Fonte: Observátorio Nacional - Carlos Henrique Veiga
Divisão de Atividades Educacionais 

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

ABC DA ASTRONOMIA - Capítulo 1 - ASTRONOMIA




ABC da Astronomia - Uma série de programas apresentada na TV Escola - Todas as quintas, às 22h50.


Série de 30 episódios apresentando os principais conceitos da Astronomia. A cada programa, o professor e Astrônomo Walmir Cardoso, apresenta um tema derivado de uma letra do alfabeto. Animações, fotos espaciais e imagens de arquivo complementam a viagem espacial que traz como grande diferencial o ponto de vista do hemisfério sul.
Vale a pena conferir.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Um novo ano, um novo projeto!

Com certeza uma das melhores invenções (ou observação) humanas foi a divisão do tempo em um calendário com 365 dias ( e seis horas), que agrupados formam um ano. Um ano é uma quantidade de tempo que podemos operar com relativa facilidade, é tempo suficiente para ter sonhos e esperanças renovados para um próximo ano, é um parcela de tempo que podemos guardar na memória ou esquecer.
Aos que passarem por aqui um feliz 2012! O primeiro projeto desse ano será a documentação da construção de um telescópio Newtoniano de 180 mm de espelho primário.
A cada semana publicarei um passo da construção, desde da indicação de locais para compra de peças até fotos de meus erros e acertos.

O ESO (European Southern Observatory) publicou a imagem do berçário estelar NGC 346, a região de formação estelar mais brilhante de nossa vizinha galáctica, a Pequena Nuvem de Magalhães, que reside a 210.000 anos-luz, na constelação de Tucano. Neste aglomerado estelar, o gás é aquecido, excitado e dispersado pela radiação, vento e calor emitidos por estrelas de grande massa, formando uma estrutura de nebulosa envolvente em filamentos que lembram uma teia de aranha. Esta imagem foi obtida pelo instrumento Wide Field Imager (WFI) montado no telescópio MPG/ESO de 2,2 metros no Observatório de La Silla, no Chile.




Um abraço e um ótimo 2012!

Hélder