sábado, 8 de junho de 2013

Da Terra para as Estrelas: Os resultados da nova equação de Drake

Da Terra para as Estrelas: Os resultados da nova equação de Drake: Atualização da famosa equação Uma tradicional ferramenta usada na busca de vida extraterrestre acaba de receber uma renovação completa. Mas, nas duas últimas décadas, temos visto exoplanetas aparecerem como ervas daninhas, particularmente nos últimos anos, graças, em grande parte, ao telescópio espacial Kepler.
Com esses novos dados em mãos, Sara Seager, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, achou que era hora de dar uma atualizada na equação de Drake.
A nova versão restringe alguns dos termos originais da equação para incluir os dados mais recentes, tornando-a muito mais precisa - na descrição de Seager, se a equação original de Drake era um machado, a nova equação é um bisturi.

A equação original de Drake inclui sete termos que, multiplicados, dão o número de civilizações alienígenas inteligentes que poderíamos esperar detectar na Via Láctea.
Os dados do telescópio Kepler ajudaram a refinar dois termos: a fração de estrelas que têm planetas, e o número desses planetas que seriam habitáveis.

Veja em: http://daterraparaasestrelas.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário